janeiro 23, 2013

Eric Voegelin e o resgate da linguagem

“Resgatar a linguagem significava recuperar o objeto a ser por ela expresso, o que, por sua vez, significava sair do que hoje se chamaria a falsa consciência da burguesia ordinária (aí incluindo positivistas e marxistas), cujos representantes literários eram as vozes dominantes do meio cultural. Daí que essa preocupação com a linguagem fizesse parte da resistência contra as ideologias. As ideologias destroem a linguagem, uma vez que, tendo perdido o contato com a realidade, o pensador ideológico passa a construir símbolos não mais para expressá-la, mas para expressar sua alienação em relação a ela.” (in Reflexões autobiográficas) 
 

2 comentários:

Anônimo disse...

Professor Rodrigo, esta citação sempre me chamou a atenção pelo dever que assumimos ao nos dedicarmos à filosofia : resgatar a realidade !

ps: Qual sua opinião sobre Eugen Rosentock Huessy ? Creio que é um bom complemento à Voegelin quanto a linguagem.

Att
Antonio Afonso

Rodrigo Gurgel disse...

Rosentock é brilhante. E precisa ser lido e relido. Recomendo-lhe também Bruno Snell. Grande abraço!