novembro 28, 2009

Ensino de literatura e Internet

Convidado por meu amigo Antonio Carlos Olivieri, participei do projeto Livro Aberto, cujo objetivo é, utilizando os recursos da Internet, despertar a curiosidade dos alunos do ensino médio para a literatura brasileira. Nesta sua primeira fase, o projeto enfocou os livros selecionados para o vestibular da Fuvest.

Minha participação, divertidíssima, se restringiu a interpretar este ou aquele personagem. Mas o melhor foi conhecer pessoas animadas, cheias de entusiasmo, que amam seu trabalho e a literatura nacional.

Os podcasts já estão na web – e têm tudo para ser uma porta de entrada dos jovens à literatura. Confiram:

“Memórias de um Sargento de Milícias”, Manuel Antônio de Almeida
“Auto da Barca do Inferno”, Gil Vicente
“Iracema”, José de Alencar
“Dom Casmurro”, Machado de Assis
“O Cortiço”, Aluísio Azevedo
“A Cidade e as Serras”, Eça de Queirós
“Vidas Secas”, Graciliano Ramos
“Capitães da Areia”, Jorge Amado
“Antologia Poética”, Vinicius de Moraes

2 comentários:

Ana Karenina disse...

Olá Rodrigo Gurgel

tudo bem? um amigo meu me passou um texto seu que achei tão interessante que divulguei no meu blog, com os devidos crédtios é claro, rs

Interessante este trabalho de interpretar personagens, aproveitando a deixa, o que você diria de Ana Karenina? muita gente me pergunta só que eu apenas li o livro e adotei como nick, estou bem longe de ser uma especialista em literatura.

Abraços.

Rodrigo Gurgel disse...

Anna Kariênina é uma personagem complexa. Dentre os méritos de Tolstoi está sua capacidade de descrever a dor psíquica dessa mulher intensa e apaixonante. Obrigado pela visita!